Virologia Ambiental | Universidade Feevale

Virologia Ambiental

O presente grupo, vinculado ao Instituto de Ciências da Saúde – ICS da Feevale, busca detectar e caracterizar vírus entéricos em diferentes matrizes aquáticas e no solo a fim de mensurar a contaminação fecal do ambiente e o risco potencial à saúde de seres humanos e animais expostos a estes agentes e à pesquisa de tecnologias que minimizem a disseminação de vírus no ambiente.

Os objetivos específicos do grupo decorrem nas seguintes questões:
  • Padronização de técnicas diagnósticas clássicas e avançadas na detecção viral em águas superficiais, subterrâneas e de diferentes matrizes ambientais;
  • Aplicação de diferentes metodologias de detecção viral na análise da contaminação viral do solo e de sedimentos;
  • Pesquisa das taxas de frequências de diferentes agentes virais entéricos em amostras ambientais áreas com e sem ação antrópica;
  • Realização de estudos sobre os efeitos da disseminação dos agentes virais através do ambiente sobre a saúde humana e animal;
  • Proposição de alternativas tecnológicas aplicáveis ao saneamento ambiental com foco especial na eliminação de vírus.

Linhas de Pesquisa

Contaminação do Ambiente por Vírus Entéricos

Os vírus entérico são excretados em grandes quantidades nas fezes de humanos e animais infectados, estão presentes em diferentes espécies de mamíferos e principalmente são muito resistentes tanto no trato gastrointestinal quanto no ambiente, resistindo por longos períodos na água contaminada por esgoto ou dejetos não tratados. O grupo de pesquisa em Virologia Ambiental da Universidade Feevale visa determinar a contaminação ambiental de origem fecal presente em amostras ambientais provenientes de áreas urbanas e rurais, através de metodologias virológicas clássicas e avançadas, bem como produzir conhecimento relacionando a disseminação de vírus no ambiente e saúde humana e animal.

Mostrando resultado do filtro:
Projetos em Andamento

Projetos de Pesquisa em Andamento

Título do Projeto:

Análise multiparamétrica da qualidade da água de afluentes do terço inferior da Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos.

Líder do Projeto:

JULIANE DEISE FLECK

Título do Projeto:

Avaliação da eficiência de inativação de Adenovírus humanos e Coliformes totais e fecais em dejetos humanos oriundos de banheiros secos instalados no ambiente rural e urbano na Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos, Rio Grande do Sul

Líder do Projeto:

CAROLINE RIGOTTO

Título do Projeto:

Avaliação da eficiência do grupo coliforme fecal como indicador de balneabilidade de praias quando comparado com enterococos e vírus entéricos no litoral norte do Rio Grande do Sul

Líder do Projeto:

CAROLINE RIGOTTO

Título do Projeto:

Avaliação de água doce superficial na Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos – Consumo Humano e Balneabilidade

Líder do Projeto:

CARLOS AUGUSTO DO NASCIMENTO

Título do Projeto:

Avaliação do impacto ambiental nas Bacias Hidrográficas do Rio dos Sinos e do Rio Caí através da detecção de vírus entéricos

Líder do Projeto:

SABRINA ESTEVES DE MATOS ALMEIDA

Título do Projeto:

CAPACIDADE PRODUTIVA E QUALIDADE DA ÁGUA PRODUZIDA EM UNIDADE DOMICILIAR DE DESINFECÇÃO DE ÁGUA

Líder do Projeto:

CARLOS AUGUSTO DO NASCIMENTO

Título do Projeto:

Estratégias para identificação e caracterização de parvovírus de diferentes espécies animais e de seres humanos em amostras ambientais

Líder do Projeto:

ANDREIA HENZEL

Líder do Grupo

Caroline Rigotto

Pesquisadores

Andréia Henzel



Fernando Rosado Spilki



Juliane Deise Fleck

Sabrina Esteves de Matos Almeida



Simone Ulrich Picoli

CNPq

Logo CNPq
O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) é uma agência do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) destinada ao fomento da pesquisa científica e tecnológica e à formação de recursos humanos para a pesquisa no país. Sua história está diretamente ligada ao desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil contemporâneo.