Metropolização e Desenvolvimento Regional | Universidade Feevale

Metropolização e Desenvolvimento Regional

O Grupo de Pesquisa tem sua origem em 2002 quando era denominado apenas como Núcleo de Pesquisa. Nesta condição, organizou inicialmente o Banco de Dados Socioeconômico e Político-Institucional dos Municípios integrantes da AMVRS (Associação de Municípios do Vale do Rio dos Sinos). Em 2003 organizado pelo professor Fabiano Engelmann, o grupo publicou pela editora da Feevale, assim como os demais, o livro: Estudos em Desenvolvimento Regional: O Vale do Sinos em Perspectiva. No mesmo ano, foi realizado em Campo Bom o primeiro diagnóstico do grupo, oportunizando a construção de livro no ano de 2004. Em 2004 concluiu o diagnóstico municipal de Estância Velha, destacando como resultado do trabalho a edição do livro: Estratégias para o Desenvolvimento Local: Diagnóstico Municipal de Estância Velha. Em 2005 é editado o livro Planejamento Estratégico Municipal. Comece pelo Diagnóstico. Neste mesmo ano, o grupo de Pesquisa, desenvolveu o primeiro Congresso de Desenvolvimento Regional, cujo resultado ficou cristalizado nos Anais do Congresso publicado em 2006. Neste mesmo ano, realizou-se o segundo Congresso de Desenvolvimento Regional, sendo o resultado divulgado através de meio digital.

Nos anos de 2006, sob a liderança do professor Everton Santos foram realizados dois Diagnósticos no município de Araricá e Ivoti. Em 2007, o grupo constituiu uma das bases para a criação do Mestrado Profissional em Inclusão Social e Acessibilidade, bem como, a partir de 2010, com a maturidade de pesquisa originou dois novos grupos de pesquisa, sendo eles o Grupo de Gestão e o Grupo Ambiente e Sociedade. Com a criação dos novos grupos de pesquisa, saíram pesquisadores. Em 2012, novos investigadores foram agregados ao grupo. A partir dessas mudanças, necessário se fez redimensionar as ênfases. As novas linhas de pesquisa dão destaque ao processo de metropolização que a região tem sofrido.

Linhas de Pesquisa

Dinâmica da Cultura e Conflitos Sociais

Estudar as dinâmicas da cultura na perspectiva das práticas cotidianas dos grupos sociais, das formas de deslocamento dos grupos urbanos no espaço das cidades moderno-contemporâneas. Prioriza a pesquisa dos processos de exclusão/inclusão e das ações afirmativas institucionais, dos processos sociais e culturais de produção da identidade e da diferença nos contrastes metropolitanos.


Narrativas Audiovisuais e Territorialidades Urbanas

Trata do uso de imagens (fixas e em movimento) nas pesquisas sociais, buscando novas possibilidades de produção e de geração de conhecimento sobre o tema da metropolização. Contempla a produção de etnografias sobre territorialidades através dos recursos audiovisuais (vídeo, foto e som), abrangendo o contexto dos fluxos dos grupos, suas trajetórias sociais, narrativas etnobiográficas, suas praticas culturais e relações com o contexto metropolitano, a partir da região do Vale do Rio dos Sinos.


Percepção, Diagnóstico e Risco Ambiental

Relacionar as questões do risco no meio ambiente à realidade socioeconômica, cultural e política da Bacia do Rio do Sinos.


Políticas Públicas e Cidadania

Analisa a formulação e implantação de políticas públicas relacionadas à tematização da inclusão social e cidadania. Estuda os paradigmas de gestão pública e a sua relação com a cultura política brasileira, examina as políticas públicas considerando os desafios trazidos pela metropolização, a gestão urbana, dirigidas aos seguintes temas: processos participativos, capital social, memória e patrimônio material e imaterial, interação entre o ser humano e o meio ambiente, turismo e lazer.

Mostrando resultado do filtro:
Projetos em Andamento

Projetos de Pesquisa em Andamento

Título do Projeto:

Coleções etnográficas multimídia sobre trabalho e direitos humanos

Líder do Projeto:

MARGARETE FAGUNDES NUNES

Título do Projeto:

Contos do Vale: trabalho, memória ambiental e territorialidades na Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos.RS/Brasil

Líder do Projeto:

MARGARETE FAGUNDES NUNES

Título do Projeto:

Democracia, Corrupção e Capital Social na América Latina. Brasil, Argentina e Uruguai.

Líder do Projeto:

EVERTON RODRIGO SANTOS

Título do Projeto:

Estudo antropológico sobre colonialidade da natureza, memória ambiental e etnografia da duração no Vale dos Sinos/RS

Líder do Projeto:

ANA LUIZA CARVALHO DA ROCHA

Título do Projeto:

Semiose como fundamento epistemológico para modelagem de processos de concepção, desenvolvimento e validação de jogos digitais educacionais, em suas interfaces com a cidadania.

Líder do Projeto:

NORBERTO KUHN JUNIOR

Líder do Grupo

Valdir Pedde

Pesquisadores

Ana Luiza Carvalho da Rocha



Ana Patrícia Barbosa



Everton Rodrigo Santos



Ines Caroline Reichert



Magna Lima Magalhães

Margarete Fagundes Nunes



Norberto Kuhn Junior



Robson da Silva Constante



Simone Loureiro Brum Imperatore

CNPq

Logo CNPq
O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) é uma agência do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) destinada ao fomento da pesquisa científica e tecnológica e à formação de recursos humanos para a pesquisa no país. Sua história está diretamente ligada ao desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil contemporâneo.