Estudantes da Feevale vencem etapa internacional do Renault Experience | Universidade Feevale

Estudantes da Feevale vencem etapa internacional do Renault Experience

04/10/2019 - Atualizado 11/10/2019 13h58min

Equipe foi premiada nesta sexta-feira, 4, durante evento na França, em Paris


Equipe


Ornitwizy

Estudantes da Universidade Feevale, instituição localizada no Rio Grande do Sul, venceram nesta sexta-feira, 4, em Paris, na França, o desafio Twizy Contest, etapa internacional do Renault Experience, uma competição de startups da Renault. O OrniTwizy, um carro elétrico voltado a pessoas com dificuldades motoras, conquistou o prêmio de melhor projeto, melhor inovação e melhor análise de custo e modelo de negócio. Uma equipe da Romênia levou o prêmio de melhor protótipo e uma da Turquia de melhor comunicação.

O grupo da Feevale é composto pelos estudantes Felipe Machado (Design), Jonata Rocha Fett (Engenharia Eletrônica), Matheus Furlan da Silva (Engenharia de Produção), Nickolas Augusto Both (Engenharia Eletrônica) e Marco Antônio Fröhlich (graduado em Engenharia Mecânica e mestrando em Tecnologia de Materiais e Processos Industriais). Eles foram assessorados pelos professores Juan Almada, Fabiano Nunes e Moisés de Mattos Dias e tiveram o projeto viabilizado pela Diretoria de Inovação, através do Feevale Techpark, pelo Instituto de Ciências Criativas e Tecnológicas (ICCT) e pela Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão (Proppex).

A cerimônia realizada em Paris contou com a presença dos ganhadores de todos os países participantes do desafio. Os estudantes da Feevale, que representaram o Brasil, montaram o protótipo do carro em Curitiba durante todo o mês de julho e início de agosto, sendo monitorados por engenheiros, designers e profissionais de negócios da Renault. Como grande vencedora, a equipe participará do Consumer Electronics Show, evento de inovação automobilística que ocorrerá em janeiro de 2020, em Las Vegas, Estados Unidos, com todas as despesas custeadas.

Visão inovadora e empreendedora

A notícia foi recebida pelo reitor da Universidade Feevale, Cleber Prodanov, durante as atividades de encerramento da sétima edição do Fórum de Gestão e Inovação do Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas (Comung), que ocorreu no Câmpus II da Instituição. Ele ressalta a importância de os estudantes trabalharem em equipe, de forma multidisciplinar. “A Universidade tem dado apoio aos alunos, para que tenham uma visão inovadora e empreendedora. Quando criamos as estruturas, quando apostamos nos estudantes, os resultados vêm. Estamos muito satisfeitos com essa conjugação de fatores, que mostram como a nossa universidade é inovadora e como os nossos alunos são empreendedores”, afirma.

O diretor do Instituto de Ciências Criativas e Tecnológicas (ICCT), João Batista Mossmann, salienta que desafios como esse são muito importantes para que os alunos tenham essa experiência e saiam da universidade não só com a bagagem da sala de aula, mas também com um portfólio de projetos e produtos desenvolvidos. “Estamos muito felizes, porque é uma equipe multidisciplinar olhando para um problema da indústria, resolvendo um desafio e agregando à sua carreira não apenas a formação enquanto alunos da graduação e da pós-graduação, mas um portfólio de produto desenvolvido por eles, com um grande destaque nacional e internacional”, relata.

O acadêmico Felipe Machado, do curso de Design, diz que a equipe ficou muito feliz com a vitória porque, além de uma empresa multinacional ter confiado no projeto, eles mesmos acreditaram muito no propósito da ideia. “Tivemos como foco principal solucionar a dificuldade dos cadeirantes em se locomoverem e apresentamos um sistema que é robusto o suficiente para diminuir consideravelmente esse problema”, explica.

Sobre o carro

O OrniTwizy é um carro elétrico voltado a pessoas com dificuldades motoras. É um veículo pequeno, leve e utiliza apenas energia elétrica como forma de transporte. A equipe criou um sistema para que o usuário de cadeira de rodas possa alugar o carro. O projeto prevê que os cadeirantes tenham uma taxa reduzida para serem locatários do veículo e não tenham a necessidade de se deslocar até onde o carro estará. Foram mapeamos, por exemplo, pontos estratégicos de Porto Alegre e Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul. Os carros estarão sempre perto de rodoviárias, do aeroporto e das estações de trem, entre outros espaços.