Universidade Feevale lança espaço de inovação | Universidade Feevale

Universidade Feevale lança espaço de inovação

11/09/2018 - Atualizado 15h33min

Hub One terá uma estrutura voltada à inovação, às empresas e aos negócios vinculados à indústria criativa

A Universidade Feevale lançou nesta terça-feira, dia 11, um novo espaço de convergência e sinergia, voltado ao desenvolvimento de novos negócios e oportunidades com foco na indústria criativa. Trata-se do Hub One de Criatividade e Inovação, cuja obra já se iniciou junto ao Câmpus II da Instituição, na Rua Rubem Berta, 38, bairro Vila Nova, em Novo Hamburgo.

Com investimento de cerca de R$ 2,5 milhões, o projeto prevê uma área de 1.681,40m² destinada a projetos institucionais, bem como à instalação de empresas hoje abrigadas na unidade de Novo Hamburgo do parque, somados a ações já existentes na Universidade Feevale, que servirão de apoio e que tenham integração com o ensino e a pesquisa. O espaço colaborativo, aberto a estudantes, professores, comunidade acadêmica, empresas e profissionais, reunirá ambientes de desenvolvimento de projetos e negócios, visibilidade, cooperação e sociabilidade, característicos do setor criativo.

Com projeto arquitetônico executado pela Gerhard + Spindler Arquitetura, o local terá inspiração de empresas e startups mundialmente famosos, com conceito fabril, em que a arquitetura elementar complementa a tecnologia que ali se desenvolve, casos da Google e da LinkedIn, entre outros. A inovação se traduzirá em uma construção diferenciada de todas as partes do projeto, com materiais atemporais, como vidraçaria e estruturas metálicas, no sentido de que as empresas que se instalem ali busquem a integração entre elas e com a Universidade. Além disso, o Hub One será o primeiro edifício totalmente grafitado do Estado. O artista Rafael Jung, graduado em Artes Visuais pela Feevale, foi convidado para fazer a arte do prédio.

A criação de um hub de criatividade e inovação aposta em um espaço de atração e encontro de pessoas que procuram experimentar, desenvolver e explorar a sua criatividade em nível empresarial e acadêmico. Para isso, propõe acolher e apoiar empresas e projetos que atuem em duas atividades altamente intensivas em conhecimento e inovação, como software e serviços de tecnologias da informação e comunicação e economia criativa. Com o Hub One, em um mesmo ambiente e ecossistema estarão empresas incubadas e residentes, laboratórios da Universidade, salas e espaços voltados à graduação, pós-graduação, pesquisa e à integração de pessoas. Esse conceito complementa as diversas atividades da Instituição, reunindo, em um só espaço, acadêmicos, docentes, funcionários de empresas e outros atores atuantes nessas atividades.

Para o reitor da Universidade Feevale, Cleber Prodanov, o Hub One não será um prédio qualquer, mas um espaço de integração, onde se respira tecnologia, empreendedorismo e inovação. “Esse espaço é um sonho de muitas pessoas. Um sonho que encontramos aqui, quando começamos a reunir os empreendedores e os criativos. É o sonho de juntar a tecnologia, a inovação e a criatividade. E isso não é possível se não existir a universidade com o conhecimento e os empreendedores com a sua vontade de fazer melhor e mais rápido. Este é o conceito: um espaço diferenciado, onde não se sabe quem é aluno, professor, empreendedor ou visitante; um espaço aberto, para que as pessoas possam estar aqui sendo felizes e trabalhando naquilo que gostam”, ressaltou.

Já a diretora de Inovação da Feevale, Daiana de Leonço Monzon, disse que o Feevale Techpark está sendo integrado à Universidade Feevale, por meio de um projeto que tem como objetivo conectar pessoas. “No Hub de Criatividade e Inovação teremos estudantes, startups incubadas e residentes, circulando em um mesmo ambiente. Tudo isso fará com que tenhamos novas ideias e perspectivas, trazendo soluções para inovar o mundo”, destacou.

A coordenadora do Feevale Techpark, Daniela Eckert, lembrou que o Hub One foi tirado do papel, tornando-se, assim, o marco de um novo ciclo. “Este é um momento de expansão do Feevale Techpark, em que conseguimos dizer sim aos empreendedores, abrigando mais negócios e novos talentos. Não há dúvidas de que o dia de hoje ficará na história do Feevale Techpark, da Universidade Feevale e dos empreendedores que atuam conosco”, afirmou. Rejane Müller, representante da Associação Pró-Ensino Superior em Novo Hamburgo (Aspeur), mantenedora da Feevale, deu as boas-vindas a todos, desejando muito sucesso nesta nova etapa. “Aproveito o momento para dizer a todos que sigam acreditando no trabalho integrado com a Instituição”, frisou.

Infraestrutura e áreas de atuação

O formato do Hub One se inspira nas principais iniciativas de desenvolvimento de espaços criativos pelo mundo, possibilitando trocas, conexões, ambientes colaborativos, alta tecnologia e diversidade cultural. Além disso, contempla suportes mais tradicionais ligados aos parques tecnológicos, como consultorias em planejamento de negócios, inovação, financeiro, comercial, assessoria jurídica, apoio para a legalização do empreendimento, consultoria em comunicação e marketing estratégico, além de treinamentos em técnicas de venda, pitching, propriedade intelectual e gerenciamento de projetos.

O Hub One foi projetado para comportar cerca de 23 salas, das quais três serão destinadas a reuniões e uma a laboratórios, com capacidade para atuação de mil profissionais, simultaneamente, distribuídos em espaços abertos de trabalho compartilhado, salas privativas e incubadora. O ambiente será mutável e flexível, sendo adaptado de acordo com as necessidades observadas.

O que eles dizem:


“O lançamento do Hub One tem a finalidade de mostrar aos empreendedores que estão ligados ao Feevale Techpark, especialmente na unidade de Novo Hamburgo, como anda o estágio de implantação, dentro da Universidade Feevale, de uma estrutura voltada à inovação, às empresas e aos negócios. Visitar a obra e conhecer melhor o projeto é colocar esses empreendedores entendendo o funcionamento dessa estrutura, que vai ser extremamente dinâmica e inovadora, aproximando a Universidade dos negócios e das empresas e criando um grande ambiente de inovação dentro do Câmpus II. O Hub também amplia a nossa capacidade de trazer empresas, tanto incubadas como residentes, aumenta a nossa sinergia com essas empresas e cria o espaço mais dinâmico da Grande Porto Alegre em relação a negócios e universidade.

Cleber Prodanov, reitor da Universidade Feevale

“Quando a Feevale pensou em trazer o parque tecnológico para dentro da Universidade, por meio do Hub One, o intuito foi fazer com que o espaço promovesse uma maior integração entre as empresas e a Instituição, através dos projetos que esta desenvolve no âmbito do ensino, da pesquisa e da extensão. Essa ligação entre a Feevale e o meio empresarial deverá beneficiar estudantes, que poderão colocar em prática o que foi aprendido em sala de aula dentro de empresas reais, e as próprias organizações, que terão novas soluções para seus gargalos, criadas por alunos da Universidade.”

Daiana de Leonço Monzon, diretora de Inovação da Universidade Feevale

“Ficamos extremamente entusiasmados com a possibilidade de desenvolver um projeto, juntamente com a Universidade Feevale, que prima pela tecnologia, pela flexibilidade dos espaços e pela atemporalidade da arquitetura. Nosso grande desafio foi fazer com que as empresas tivessem a infraestrutura para crescer com a Universidade de forma próxima. Então, serão espaços bem definidos e, ao mesmo tempo, locais em que as empresas podem interagir buscando conhecimento mútuo entre elas. Vamos trabalhar com materiais atemporais, muitas transparências, vidros e estruturas metálicas, para que as empresas que se instalem ali saibam que estão em um ambiente arquitetônico acima da média, buscando a integração.”

Rafael Spindler, arquiteto responsável pelo projeto

“Primeiramente, fiquei muito feliz pela Universidade Feevale ter me escolhido para esse projeto, pois me formei em Artes Visuais pela Instituição. Ao sair da primeira reunião para conhecer mais sobre o Hub One, já tinha ideia do que iria fazer. A partir dos tons do logo da Feevale, trabalhei no fundo da pintura do prédio e desenvolvi um personagem em duas versões: o Panito. Em uma delas, ele foi representado em formato mais humano; já na outra está em versão mais tecnológica, como um robô humanoide. As duas representações se encontram com a poção da sabedoria, que simbolizam a Feevale. Penso que é uma inovação o fato de a Universidade ter escolhido grafitar todo um prédio e o Hub One será um dos maiores da região. A ideia é instigar o surrealismo e a imaginação das pessoas que passam pelo local, para que elas tenham vontade de entrar ali. A Feevale me deu muita liberdade para a criação e isso é muito bom.”

Rafael Jung, artista responsável pelo grafite

“A Sirros nasceu como uma empresa de tecnologia voltada para a internet das coisas. Chegamos na Feevale para um processo de incubação de um projeto voltado à indústria 4.0, no sentido de coletar os dados das indústrias, armazená-los em nuvem e levar esses dados para o decisor da empresa. Esse projeto cresceu mais do que imaginávamos e hoje essa tecnologia já permite que façamos essa coleta de qualquer dado, em qualquer tipo de ambiente, seja em agronegócio, indústria ou saúde. Já tínhamos uma vontade muito grande de trabalhar juntamente com a Feevale e com o Feevale Techpark, mas Campo Bom ficava um pouco distante para nós. Assim, quando surgiu essa oportunidade nos candidatamos a um espaço no Hub One. A equipe tem uma expectativa muito grande de se mudar para o espaço, por tudo o que a Universidade oferece. Acredito que o Hub One é um diferencial muito grande frente a qualquer empresa que não está próxima a uma universidade, e também pelo espaço mais qualificado junto aos clientes, além da questão de carregar junto o nome de uma instituição como a Feevale, pois dá uma credibilidade muito grande.”

Diego Schlindwein, fundador e COO da Sirros IoT

Legenda (da esquerda para a direita): Daniela Eckert, Daiana de Leonço Monzon, Rafael Spindler, Rafael Jung e Cleber Prodanov.

  • Confira as fotos do evento:

Lançamento Hub One
 
Atendimento Feevale Câmpus I De segunda a sexta-feira, das 7h15min às 22h15min. Câmpus II De segunda a sexta-feira, das 8h às 22h15min.
Aos sábados, das 8h às 12h
Câmpus III De segunda a sexta-feira, das 9h15min às 11h30min e das 12h30min às 18h. (51) 3586 8800 Núcleo de Relacionamento De segunda a sexta-feira, das 7h30min às 22h.
Aos sábados, das 8h30min às 13h45min.
(51) 3586 8822 falecomafeevale@feevale.br Retornaremos no prazo de 72 horas úteis. Contate-nos
Atendimento Feevale

Os atendimentos presenciais realizados no setor Atendimento Feevale de ambos os câmpus podem ser agendados.

Localização: sala 207 – 2º andar
Horário: de segunda a sexta-feira, das 7h15min às 22h15min
Localização: sala 101 – térreo do prédio Lilás
Segunda a sexta-feira, das 8h às 22h15min
Aos sábados, das 8h às 12h
Localização: sala 003 - pavimento 0 do prédio Sede
Segunda a sexta-feira, das 9h15min às 11h30min e das 12h30min às 18h

Verifique os demais setores que disponibilizam o atendimento agendado.

Saiba mais