Evento na Espanha debate a contribuição das universidades para a economia | Universidade Feevale

Evento na Espanha debate a contribuição das universidades para a economia

17/07/2019 - Atualizado 18/07/2019 09h27min
Divulgação Crue Universidades Españolas
Divulgação Crue Universidades Españolas

Reitor da Feevale, Cleber Prodanov, foi um dos painelistas


O reitor da Universidade Feevale, Cleber Prodanov, retorna nesta quarta-feira, 17, da Espanha, onde participou de uma extensa agenda. Ele foi um dos quatro estrangeiros convidados para serem painelistas da jornada O espaço ibero-americano do conhecimento. Contribuições da universidade para uma economia avançada e sustentável na região.
 

Prodanov foi convidado pela Crue Universidades Españolas e pela Fundación CYD, organizadoras do evento que aconteceu nesta semana em Benicàsim, município situado na costa da província de Castellón. Ele também participou de outras atividades em Barcelona, entre as quais, reuniões com o vice-presidente da Fundación CYD, Francesc Solé Parellada, e com o presidente da La Salle Technova Barcelona, Josep Piqué.
 

Durante a cerimônia de abertura da jornada, que contou com a participação de reitores espanhóis e ibero-americanos, o presidente da Crue Universidades Españolas e reitor da Universidade de Córdoba, José Carlos Gómez Villamandos, lembrou que "as universidades são ferramentas inestimáveis de internacionalização que podem abrir portas para os governos e favorecer laços de união com outros países". Já o vice-presidente da Fundação CYD, Francesc Solé, disse que "é hora de monitorar, começar a identificar os lugares comuns e os problemas reais das universidades ibero-americanas". Nesse sentido, ressaltou a importância de "encontrar soluções que sejam úteis para o desenvolvimento econômico e social".
 

Na sequência, o reitor da Feevale integrou uma mesa-redonda que abordou o tema A educação superior na Ibero-América e sua contribuição para o crescimento com coesão social e territorial. Moderada pelo reitor da Universidade de Sevilha, Miguel Angel Castro, o debate ainda contou com a participação de Manuel Calero, professor de História Contemporânea da Universitat Jaume I. Os painelistas destacaram o desafio de articular um sistema de conhecimento na América Latina, onde os universitários são tão diferentes, e falaram sobre a possibilidade de criação do programa Erasmus para a América Latina.


Sobre a Crue Universidades Espanholas:
 

Fundada em 1994, é uma associação sem fins lucrativos formada por universidades públicas e privadas. Principal interlocutora das universidades com o governo, a entidade desempenha um papel fundamental no desenvolvimento de normas que afetam o ensino superior no país. Também promove diversas iniciativas voltadas a relações institucionais nacionais e internacionais, de modo a valorizar as instituições espanholas.
 

Sobre a Fundación CYD:
 

Criada em 2002, a fundação se propõe a contribuir com as universidades espanholas, impulsionando o caráter empreendedor da sociedade e expandindo a conexão empresa-universidade, a qual a entidade considera o motor do progresso social e um elemento-chave para a produtividade do capital humano. Entre as suas iniciativas, está a análise da formação de estudantes e o aprimoramento das atividades de pesquisa.