Acadêmica estuda a aplicabilidade de tecnologias na construção civil | Universidade Feevale

Acadêmica estuda a aplicabilidade de tecnologias na construção civil

05/08/2019 - Atualizado 06/08/2019 09h26min

realidade aumentada

Pesquisa pode auxiliar na execução de estrutura em concreto armado

Com a crescente evolução da tecnologia, impulsionando a chamada Indústria 4.0, as diversas áreas do conhecimento têm sido palco de grandes transformações. A Engenharia Civil, por exemplo, é uma das áreas que constantemente busca tecnologias, visando garantir a qualidade nos seus processos, que envolvem desde o projeto até a execução do produto.

Nesse contexto, a estudante Andressa de Almeida Martirena, do curso de Engenharia Civil da Universidade Feevale, desenvolveu um trabalho que teve como objetivo principal utilizar a realidade virtual e a realidade aumentada na construção civil. A intenção é fazer com que essas tecnologias auxiliem na inspeção da armadura para execução de estrutura em concreto armado.

Orientada pelo professor Vinícius Ortolan e coorientada pelo professor Paulo Ricardo Barros, Andressa teve a colaboração do curso de Ciência da Computação, do Laboratório de Tecnologias Híbridas do Feevale Techpark e da Mespper Tecnologia, startup de realidade virtual e aumentada que está incubada no Parque, além da empresa Construrohr, que produz estruturas pré-fabricadas de concreto armado.

A pesquisa da acadêmica contou com modelagem e detalhamento tridimensional de armadura, feitas a partir da utilização do software BIM (Building Information Modeling). Posteriormente, as imagens foram exportadas para ferramentas de visualização em dispositivos de realidade virtual e realidade aumentada. O uso dessas tecnologias possibilitou a inspeção de peças modeladas com as mesmas dimensões e características das peças reais, possibilitando uma sobreposição dos elementos reais e virtuais.

Em um segundo momento, o estudo permitiu a avaliação e a validação do uso da tecnologia em uma empresa de estruturas pré-fabricadas, onde foi possível analisar e inspecionar as peças diretamente na linha de produção. “Os resultados apresentados no estudo se mostraram satisfatórios em todos os testes, principalmente os voltados para a realidade aumentada, o que torna a aplicação dessa tecnologia totalmente plausível para o controle de execução de elementos de concreto armado”, afirma o professor Vinicíus Ortolan. O professor Paulo Ricardo M. Barros complementa que as tecnologias de realidade aumentada e de realidade virtual também podem auxiliar a outras áreas da engenharia em campos da Saúde, Design e Arquitetura e Urbanismo, entre outras.