Foco na realidade local marca edição do Statup Teens em Santa Maria do Herval | Universidade Feevale

Foco na realidade local marca edição do Statup Teens em Santa Maria do Herval

19/11/2019 - Atualizado 17h25min

Vinte protótipos de negócios foram apresentados no pitch final do programa, realizado no Colégio Estadual Cônego Afonso Scherer

Apresentações

O Statup Teens, evento desenvolvido pela Diretoria de Inovação da Universidade Feevale, despertou o interesse em práticas empreendedoras e inovadoras em 150 estudantes do Ensino Médio do Colégio Estadual Cônego Afonso Scherer, de Santa Maria do Herval. Durante cinco semanas, os alunos contaram com o auxílio de professores da Universidade e mentores do Feevale Techpark para desenvolver os seus protótipos de negócios, que foram apresentados na quinta-feira, 14, durante pitch final da atividade. Vinte grupos apresentaram os seus trabalhos a uma banca avaliadora, tendo como foco empreendimentos que pudessem ser colocados em prática na realidade local.

Banca

Pela primeira vez o programa Startup Teens, que foi reconhecido, neste ano, como uma das melhores ações de educação empreendedora do Brasil, pelo Sebrae, foi rodado em uma cidade do interior do Estado. Além disso, essa edição contou com a participação de todos os estudantes de Ensino Médio de uma única escola pública.

Para a diretora de Inovação da Feevale, Daiana de Leonço Monzon, a experiência foi enriquecedora tanto para a Universidade, que desenvolve o programa, quanto para os alunos. “Duas características me chamaram a atenção nesta edição: que os participantes enxergaram os problemas da comunidade e que todos os três vencedores foram produtos e não aplicativos”, destaca.

Levar o projeto para o interior nos mostrou que o Startup Teens é um programa para todas as escolas, mas, dessa vez, teve um gostinho a mais de realização porque os estudantes conseguiram pensar na transformação da comunidade deles e isso vai fazer muita diferença”, complementa.

Segundo a diretora do Colégio, Maria Rejane Shuh, o Startup Teens foi uma ação de inovação do colégio, que teve o apoio incondicional dos professores.

O Startup Teens veio para abrir os horizontes dos nossos alunos, com tudo o que absorveram durante os encontros”, revela.

Os vencedores

campeão

O projeto vencedor foi Pressure Ligth, uma placa que evita apagões e a sobrecarga na rede elétrica durante eventos, como raves e bailes. Elaborado pelos estudantes Deivis Darnei Zimmer, Esmael Backes, Kauê Ariel Frohlich, Júnior Rafael Schneider, Vinicius Sidegum e Jhanrie Schneck, o projeto faz com que o próprio público que participa do evento gere, ao pular ou pisar, um pulso de energia que será injetado na rede e auxiliará a diminuir a sobrecarga ou suprimir a necessidade de energia elétrica.

2 lugar

A segunda colocada foi a cinta Confort Cólica, que visa à diminuição das cólicas menstruais e é confeccionada com tecido e linha 100% algodão, com um forro de planta taboa. Além de aquecer o corpo, impede as queimaduras e traz um conforto maior às mulheres. O grupo, formado por Iasmim Laís Fritzen, William Nataniel Zaehler, Lucas Dilkin, Natali Julia Muller de Campos, Igor Pilger e Nathália Barbosa Silveira, desenvolveu um QR Code que leva a uma cartilha para incentivar o autoconhecimento feminino e ensinar as mudanças do corpo.

3 lugar

Já o terceiro colocado foi o Pense Fora Da Casca (PFDC), que tem o intuito de melhorar a alimentação das pessoas com intolerância a lactose ou hipocalcemia. Desenvolvido por Laura Kielin, Jordana Arnold, Mauren Closs, Eduardo Vier, Estevão Frohlich, Cristian Stoffel e Janice Boeff, o PFDC produz snacks com zero lactose e fortificados com cálcio, através do uso da farinha da casca de ovo.

O representante da equipe vencedora, Deivis Darnei Zimmer, destacou a felicidade dele e dos colegas por terminarem o programa na primeira colocação.

Nós aproveitamos e gostamos da oportunidade que nos foi oferecida, porque nós nunca desenvolvemos um trabalho dessa forma e aprendemos muito mais do que sabíamos. Agora, queremos melhorar o nosso protótipo para colocar o projeto no mercado”, projeta o estudante.

Premiação

Os estudantes do projeto vencedor receberão mentoria do Feevale Techpark e passaporte para o Pílulas da Inovação, além de participarem da próxima edição, como mentores teens. Os que ficaram no segundo lugar ganharão mentoria do Feevale Techpark e passaporte para o Pílulas da Inovação, enquanto que os terceiros colocados receberão passaporte para o Pílulas.

Confira mais imagens abaixo Startup Teens no Colégio Estadual Cônego Afonso Scherer