Universidade Feevale conta com ponto de coleta para óleo de cozinha | Universidade Feevale

Universidade Feevale conta com ponto de coleta para óleo de cozinha

10/05/2019 - Atualizado 15h36min

O foco na educação ambiental e conscientização da comunidade sempre foi um dos carros-chefes da Universidade Feevale. Com isso, levando-se em conta que o óleo de cozinha é um dos produtos mais nocivos ao meio ambiente e que seu descarte incorreto pode provocar danos à água e ao solo, por exemplo, a Feevale instalou, na última semana, recipientes nas Ruas Cobertas dos câmpus I (Av. Maurício Cardoso, 1510, Novo Hamburgo) e II (ERS-239, 2755). A instalação dos coletores, para descarte gratuito, é uma iniciativa do Grupo Interno de Gerenciamento Ambiental (Giga) da Feevale.
 

Confira o procedimento para descarte do óleo de cozinha:

- Espere o óleo de cozinha esfriar
- Despeje em uma garrafa PET, sem necessidade de coar
- Feche-a bem, para evitar vazamentos
- Deposite a garrafa PET com óleo no coletor
 



Importância da reciclagem

Após a coleta, o óleo passa por um processo de separação e limpeza, até se transformar em resina para tintas, massa de vidraceiro, sabão, detergente, glicerina, farinha básica para ração animal, biodiesel, entre outros. Cada litro de óleo descartado de maneira incorreta tem capacidade de poluir cerca de 1 milhão de litros de água. Essa quantidade corresponde ao consumo de uma pessoa durante 14 anos. "Os coletores foram instalados no Campus para auxiliar alunos e comunidade a dar o destino correto ao óleo de cozinha produzido em suas residências. Além disso, os coletores possuem orientações de como fazer o armazenamento para o descarte", disse a engenheira ambiental da Feevale, Sheila Leuck.