Taquara ganha estação meteorológica | Universidade Feevale

Taquara ganha estação meteorológica

12/12/2019 - Atualizado 16h52min

Equipamento serve de suporte aos agentes da Defesa Civil do município

estação

Foi inaugurada na manhã desta quinta-feira, 12, em Taquara, uma estação meteorológica. Localizada na Rua Júlio de Castilhos, 1486, Morro do Leôncio, junto à Secretaria Municipal de Educação, Cultura Esportes, a estação é resultado de um acordo de cooperação tecnológica, assinado este ano pelo reitor da Universidade Feevale, Cleber Prodanov, e pelo prefeito Tito Livio Jaeger Filho, representando a Defesa Civil do município.

A cerimônia de inauguração contou com a presença do prefeito Tito Livio Jaeger Filho, que agradeceu à Universidade Feevale pela parceria.

Isso permite aprimorar o nosso atendimento aos moradores de Taquara e também auxiliar os acadêmicos com os dados coletados”, disse.

Para a diretora de Relações Internacionais e Institucionais da Feevale, Paula Casari Cundari, esse é um momento em que a Universidade mostra o quanto está comprometida com as questões que afetam a sociedade.

Essa base de dados beneficia a cidade e auxilia todos os setores relacionados à meteorologia, podendo monitorar e repassar as informações aos agentes responsáveis”, explicou.

O professor do Programa de Pós-graduação em Qualidade Ambiental, Marco Alésio Figueiredo Pereira, destacou a importância dos dados transmitidos pelo equipamento, que servem de suporte aos agentes da Defesa Civil de Taquara no auxílio à comunidade.

O equipamento possui variáveis que medem a temperatura, a velocidade e a direção do vento, a precipitação e a umidade, os quais servem como dados de entrada para estudos hidrológicos, onde os estudantes de pós-graduação da Instituição podem aproveitar para trabalhos acadêmicos”, afirma.

mateorologica

Sobre a estação

A partir do monitoramento, é possível utilizar as variáveis como dados de entradas para modelos hidrológicos, nos quais pode-se predizer condições climáticas futuras. Com isso, a comunidade poderá saber as condições meteorológicas atuantes na cidade. Além disso, a estação meteorológica pode ser usada como oficina escola para os estudantes da região, onde eles poderão aprender sobre as variáveis meteorológicas e o que essas influenciam no dia a dia.

O monitoramento contínuo dessas variáveis é fundamental para o conhecimento das condições meteorológicas atuantes em uma determinada região”, afirma Marco Alésio Figueiredo Pereira, professor responsável pelo projeto, ao lado das docentes Daniela Montanari Migliavacca Osório e Daniela Müller de Quevedo.