Desfile de cadeiras de rodas estilizadas reúne pessoas com deficiência em Novo Hamburgo | Universidade Feevale

Desfile de cadeiras de rodas estilizadas reúne pessoas com deficiência em Novo Hamburgo

Trabalho foi realizado durante oficinas de criatividade na Universidade Feevale

Desfile 1

Um desfile de cadeiras de rodas estilizadas reuniu no início desta noite, na Universidade Feevale, homens e mulheres com deficiência, com idades entre 5 e 54 anos. A atividade, que contou com a participação de moradores de Campo Bom, Canela, Estância Velha, Ivoti, Novo Hamburgo, São Leopoldo e Sapiranga, aconteceu na Rua Coberta do Câmpus II, em Novo Hamburgo.

As cadeiras foram estilizadas em oficinas de criatividade, realizadas gratuitamente pela Instituição, onde cerca de 50 estudantes voluntários auxiliaram nas customizações. As atividades foram promovidas pela Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão (Proppex), por meio do grupo de pesquisa em Design. Também participam os programas de pós-graduação em Diversidade Cultural e Inclusão Social e Processos e Manifestações Culturais e os cursos de graduação em Design, Moda, Estética e Cosmética, Artes Visuais e Engenharia Mecânica.

A iniciativa ainda contou com o apoio do Programa de Educação Tutorial (PET) e dos projetos sociais Recosturas da Moda, Alinhavando Oportunidades, além do Projeto Circular, da Oficina Tecnológica, do Centro de Design da Feevale e da [Associação dos Lesados Medulares do Rio Grande do Sul] (Leme).

Desfile 2

O reitor da Feevale, Cleber Prodanov, fez uma saudação aos participantes.

Queremos sempre estar presentes na sociedade. A Universidade tem uma função social, que vai além do conhecimento. Temos que promover a alegria, a vivência, o acolhimento, tornar o que é invisível em algo visível, dar voz às pessoas que muitas vezes são excluídas, para que possam se integrar com a universidade e também com a comunidade”, afirmou.

O desfile teve como objetivo fazer com que usuários de cadeiras de rodas pudessem expressar a sua criatividade, estilo e identidade. A atividade também buscou sensibilizar a comunidade para a inclusão de pessoas com deficiência, em especial crianças e adolescentes, quanto aos aspectos lúdicos e de identidade na relação usuário/cadeira de rodas.

A proposta foi trazer os usuários de cadeiras de rodas para uma realidade mais divertida, mais colorida, dar mais luz, mais brilho para a vida deles. A gente sabe que são pessoas muito alegres, felizes, e que muitos querem mostrar essa alegria que sentem, esse empoderamento, por meio de suas cadeiras”, destacou a professora Jacinta Renner, coordenadora da ação Estilizando sua Cadeira de Rodas.

Desfile e oficinas - Estilização de cadeiras de rodas

22/11/2019 - Atualizado 17h05min