Pesquisador apresenta resultados de projetos relacionados ao zika e outros vírus | Universidade Feevale

Pesquisador apresenta resultados de projetos relacionados ao zika e outros vírus

29/10/2018 - Atualizado 14h27min

Fernando Spilki participa de seminário de prevenção e combate ao zika, em Brasília


De 6 a 8 de novembro, o coordenador do curso de Medicina Veterinária e pesquisador do mestrado em Virologia da Universidade Feevale, Fernando Spilki, participará do II Seminário de Avaliação Parcial da Chamada Nº 14/2016 – Prevenção e Combate ao vírus zika. O evento acontece das 9h às 14h, no Edifício Sede Capes, Setor Bancário Norte, Quadra 2, Bloco L, 1º Subsolo – Asa Norte, em Brasília (DF). O objetivo é acompanhar a execução dos projetos de pesquisa financiados por meio da chamada Nº 14/2016 – Prevenção e Combate ao vírus zika, e avaliar o potencial dos resultados gerados até o momento para melhoria das políticas públicas de saúde.

Spilki participará do Grupo de Trabalho 1 A - Linha Temática 7: Imunologia e Virologia, no primeiro dia do evento, com o trabalho Abordagens múltiplas no estudo da replicação, filogenia molecular e novos compostos antivirais contra o vírus zika (ZIKV). De acordo com o pesquisador, a apresentação mostrará o estado atual do conjunto das pesquisas da Universidade com zika e outros vírus transmitidos por mosquitos, financiadas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Ministério da Saúde (MS). 

“Há trabalhos orientados por mim, pela professora Ana Luiza Ziulkoski, Juliane Deise Fleck, Caroline Rigotto, Sabrina Almeida, Larissa Heinzelmann e Andréia Henzel. Contamos, nesse projeto, com a parceria do professor Henri Schrekker, do Instituto de Química da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)”, explica. “Estamos trabalhando com a caracterização de zika infectando humanos e outros primatas, a biologia da infecção pelo vírus zika em células de cultivo e o desenvolvimento de novos antivirais para zika, dengue, mayaro e chikungunya”, completa.

O II Seminário de Avaliação Parcial da Chamada Nº 14/2016 – Prevenção e Combate ao vírus zika é realizado pelo Ministério da Educação (MEC), por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Ministério da Saúde (MS), por meio do Departamento de Ciência e Tecnologia (Decit).