Egressa é premiada por projeto que conscientiza sobre a negritude brasileira | Universidade Feevale

Egressa é premiada por projeto que conscientiza sobre a negritude brasileira

22/11/2018 - Atualizado 13h28min

Guadalupe da Silva Vieira foi agraciada com o prêmio "Paulo Freire – Mestre Cidadão"

A graduada do curso de Artes Visuais e especialista em Arte-Educação pela Universidade Feevale, Guadalupe da Silva Vieira, recebeu o prêmio Paulo Freire - Mestre Cidadão, oferecido pela Prefeitura Municipal de São Leopoldo.  A egressa foi agraciada pelo trabalho Encontros, contos e encantos afro-brasileiros desenvolvido a partir do projeto de mesmo nome, realizado com alunos do 1º ao 5º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Edgard Coelho, de São Leopoldo. A graduada já havia recebido outros prêmios, como o Arte na Escola Cidadã e o Professores do Brasil

Guadalupe conta que foi a última a entregar o projeto para concorrer ao prêmio e que ficou muito surpresa ao descobrir que era a vencedora. A professora explica que procurou colocar, em todas as práticas realizadas com os estudantes, os ensinamentos de Paulo Freire. “Cada atividade tem uma questão que vai enriquecer, teoricamente, o que ele vinha nos dizendo, que é conhecer, transformar, modificar por meio de ações. Nisso também tem a questão do prazer: eu amo estar em sala de aula, gosto de fazer esse trabalho, levar para os alunos algo diferente para que haja essa transformação, não só pedagógica, mas social, psicológica e emocional”, relata.

O reconhecimento recebido pela egressa foi uma iniciativa da vereadora da cidade, Ana Affonso. “Eu conheço o trabalho da Guadalupe e sei do empenho que ela tem, ao longo de muitos anos, atuando na área da educação e do combate ao racismo. A experiência dela transforma a realidade da comunidade”, diz.

As atividades desenvolvidas pela professora na escola municipal contextualizam a história da negritude brasileira a partir de desenhos, da dança e de livros como A menina bonita do laço de fita e O cabelo de Lelê. Guadalupe acredita que, assim, a cultura afro-brasileira tenha forma na escola, não só como um projeto que se encerra no final do ano. Para o diretor da unidade, Luis Carlos Pereira Dalavia, os trabalhos realizados pela egressa são essenciais para os estudantes. “Para nós, é uma alegria ter alguém no grupo de professores que acredita nos alunos, reúne eles e faz o trabalho com carinho e com amor.  É uma alegria ter ela no grupo, esses projetos resgatam a autoestima da escola, pois os nossos estudantes conseguem expor a criatividade e trazem os pais para a sala de aula”, declara.

 
Atendimento Feevale Câmpus I De segunda a sexta-feira, das 7h15min às 22h15min. Câmpus II De segunda a sexta-feira, das 8h às 22h15min.
Aos sábados, das 8h às 12h
Câmpus III De segunda a sexta-feira, das 9h15min às 11h30min e das 12h30min às 18h. (51) 3586 8800 Núcleo de Relacionamento De segunda a sexta-feira, das 7h30min às 22h.
Aos sábados, das 8h30min às 13h45min.
(51) 3586 8822 falecomafeevale@feevale.br Retornaremos no prazo de 72 horas úteis. Contate-nos
Atendimento Feevale

Os atendimentos presenciais realizados no setor Atendimento Feevale de ambos os câmpus podem ser agendados.

Localização: sala 207 – 2º andar
Horário: de segunda a sexta-feira, das 7h15min às 22h15min
Localização: sala 101 – térreo do prédio Lilás
Segunda a sexta-feira, das 8h às 22h15min
Aos sábados, das 8h às 12h
Localização: sala 003 - pavimento 0 do prédio Sede
Segunda a sexta-feira, das 9h15min às 11h30min e das 12h30min às 18h

Verifique os demais setores que disponibilizam o atendimento agendado.

Saiba mais